O ALVIRRUBRO SOBREVIVEU - CRÔNICA DA PARTIDA

Foto: Sergio Roberto Zula - Inter SM

 

Uma tarde agradável na cidade de Santa Maria no domingo (01), após uma rodada onde a temperatura registrou 8ºC, no empate em 1a1 contra o São Gabriel, a partida decisiva entre Inter SM e Santa Cruz seria em uma tarde ensolarada, com frio, mas agradável para os torcedores comparecerem até o estádio Presidente Vargas. Nas primeiras horas do dia as movimentações já eram intensas no estádio, com a venda de ingressos e as preparações para a abertura dos portões. A partir das 15h as duas equipes já estavam no gramado, porém, por um erro de comunicação, a brigada militar tinha a informação que a partida iniciava às 15h30min, ocasionando um atraso para a abertura dos portões. Resolvida a situação de segurança, outro problema estava atrasando o início da partida, a ambulância chegou até o estádio Presidente Vargas apenas às 15h15min. Com tudo resolvido, o torcedor ocupando os espaços da arquibancadas e as duas equipes terminando o trabalho de aquecimento, tudo estava pronto para o início da grande e decisiva partida da 14ª rodada da Divisão de Acesso.

 

O JOGO

As duas equipes estavam posicionadas no centro do gramado, do lado esquerdo das cabines estava o Inter SM com sua camiseta branca e calção vermelho. Do lado direito estava o Santa Cruz, com seu uniforme listrado preto e branco. O árbitro Marco Reis confere os últimos ajustes e apita o início da partida. Querendo aproveitar o mando de campo e o apoio da torcida, o Inter SM logo em seguida já foi para cima do Santa Cruz. Aos 3' a primeira oportunidade. Em chegada de Júnior pelo lado esquerdo de ataque, o atacante avança e finaliza forte, o goleiro Vandré defende e a bola vai para escanteio. Após a cobrança de escanteio, aos 4' o primeiro gol da partida. Em jogada de Jorginho pelo lado direito de ataque, o atacante entra dentro da área pela diagonal e cruza para o meio da área, a bola passa por todo mundo na frente do gol e encontra Zanini, que estica a perna, domina a bola e finaliza pro fundo do gol, abrindo o placar no estádio Presidente Vargas. Após dias de sofrimento aguardando a partida decisiva, o torcedor alvirrubro comemorava e se emocionava com o gol nos primeiros minutos de jogo. Mas na Divisão de Acesso nada é fácil e as duas equipes buscavam seus objetivos. Após o gol do alvirrubro, perigo para o Santa Cruz aos 5'. O centroavante Fábio Buda ganhou a bola sozinho dentro da área, cara a cara com o goleiro Matheus ele finalizou e o goleiro alvirrubro com a perna salvou o que seria o gol de empate. Com a vantagem no placar, o Inter SM abdicava de atacar e parecia mais nervoso dentro de campo, desorganizado na marcação e correndo atrás da bola. O controle do jogo neste momento era do Santa Cruz. Mesmo com a posse de bola e a maior parte de criação das jogadas, o galo carijó também não conseguia chegar com mais perigo pela falta de jogadas, apenas uma, a bola alçada na área ou por trás da defesa para tentar encontrar o centroavante Fábio Buda. Com a insistência da mesma jogada, nenhuma oportunidade além de cruzamentos foi criada pela sistema ofensivo do Santa Cruz. Aos 32' um contra-ataque quase mortal do alvirrubro. Em um balão do zagueiro Zanini para frente, o atacante Júnior acreditou e correu desesperadamente para a bola não sair em linha de fundo, evitando a saída da bola, passou para Jorginho, que fez a tabela e devolveu para Júnior, que driblou um marcador e finalizou forte, mas o goleiro Vandré fez mais uma grande defesa. Aos 33' quase um golaço. Em passe de Santiago para Patrício dentro da área pelo alto, o 10 do Inter SM dominou na coxa e sem deixar cair, girou e finalizou, mas ela saiu fraca e o goleiro Vandré segurou firme a bola. Aos 35' nova oportunidade para o Inter SM. Em tabela de Júlio e Jorginho, o atacante alvirrubro avançou pelo lado direito de ataque e bateu cruzado para o meio da área, o meia Patrício chegou um pouco atrasado e perdeu grande oportunidade de ampliar o placar. Aos 42' uma finalização direta. Na cobrança de falta pelo lado direito, Patrício finalizou direto no ângulo e o goleiro Vandré fez grande defesa para o galo carijó. Antes de acabar a primeira etapa, mais uma grande oportunidade para o alvirrubro. Em passe de Júlio para Júnior, o zagueiro Romário Scherer falhou na marcação e a bola sobrou sozinha com Júnior, o atacante ao invés de avançar um pouco mais diante do goleiro Vandré, finalizou de longe e no meio do gol, facilitando a defesa e perdendo uma grande oportunidade. Sendo o último lance perigoso, o árbitro apitou e o primeiro tempo estava acabado. Sem nenhuma alteração nas duas equipes, todos estavam preparados para a etapa decisiva. O árbitro então apita para o início do segundo tempo. Os primeiros minutos demonstravam que o Santa Cruz vinha para buscar o empate e o Inter SM precisava mudar sua postura para não correr riscos. Aos 53' o primeiro lance perigoso. A bola foi alçada do lado esquerdo de ataque para área, o meia Maiquel ganhou na cabeça e a bola passou perto do travessão do goleiro Matheus. Aos 56' o grande susto para o alvirrubro. Após cobrança de escanteio e gol do Santa Cruz, mas anulado pelo árbitro por não ter determinado a cobrança e aviso aos zagueiros para acabar com o agarra-a garra, um novo escanteio foi cobrado pelo Santa Cruz. No centro da área o zagueiro Zanini segurou o centroavante Fábio Buda, como o árbitro já havia avisado, ele assinala penalidade. O empate era a salvação para a equipe de Santa Cruz do Sul e a decepção para o time de Santa Maria. O árbitro então apitou e Fábio Buda se concentrou e partiu para a bola. A batida foi no lado esquerdo do goleiro Matheus, que acertou o canto, mas a bola teve o destino do lado de fora, nas placas de publicidade, trazendo novamente alegria e comemoração nas arquibancadas do estádio Presidente Vargas. Agora quem estava correndo atrás do prejuízo ainda maior era a equipe do Santa Cruz, que precisava do empate para fugir da última rodada, a que vai decidir o último rebaixado em confronto contra uma equipe do grupo B. Os minutos passavam, a partida ficava truncada, com erros de passes, faltas e balões dos dois lados. Pela forte marcação e cuidado das duas equipes em se arriscar ao ataque, a tentativa de fora da área era uma boa opção. Aos 76' uma grande tentativa. Um chutaço de Patrício do meio-campo em direção ao gol do galo carijó, fez a bola ganhar um efeito e descer em direção ao gol, o goleiro Vandré se esticou e de leve encostou na bola, ela bate no travessão e vai para escanteio. Quase um golaço do 10 argentino do Inter SM. Aos 84' uma pressão avassaladora do galo carijó. Em uma sequência de três escanteios, no terceiro a bola ficou rebatida dentro da área, com tentativa de finalização do atacante do Santa Cruz, o zagueiro Benhur na hora faz a intervenção necessária para afastar o perigo. O coração dos alvirrubros ainda precisava resistir aos 5' de acréscimos dados pelo árbitro. Com muita pressão, bola alçada na área e tentativas do Santa Cruz em conseguir o empate, os minutos finais foram angustiantes para todos que estavam presentes na partida. O sistema defensivo do Inter SM resistia de todas as formas para conquistar os três pontos que faziam o alvirrubro permanecer na Divisão de Acesso. Aos 95' o jovem meia Júlio segura a bola na bandeirinha de escanteio, a marcação do Santa Cruz chega forte e a bola sai pela linha de fundo sendo tiro de meta. Na última cobrança de Vandré, a bola chega até o meio-campo e o árbitro finaliza a partida, com vitória do Inter SM por 1a0. Após inúmeras dificuldades, um turno inteiro jogando fora de casa, três treinadores em menos de quatro meses e a dificuldade de colocar em prática um sistema tático que pudesse trazer as vitórias para o Inter SM, o elenco superou todas as adversidades no momento exato e conquistou a vitória mais importante do ano.

 

Com a vitória o Inter SM chegou até a 6ª colocação do grupo A com 14 pontos, garantido sua permanência na divisão de acesso de 2017 de forma direta. Já o Santa Cruz com a derrota caiu para a 7ª colocação com 12 pontos, tendo que disputar a última fase da briga pelo rebaixamento em dois jogos, contra a equipe do grupo B, o Santo Ângelo. Com a vitória do Inter SM e a derrota do Riograndense por 3a0, em Pelotas, o rival está na terceira divisão do futebol gaúcho. Confira a galeria de imagens da partida e a classificação final do grupo A.

 

DESTAQUE

Os destaques da partida ficam para três atletas que compõem o sistema defensivo alvirrubro. O goleiro Matheus, que fez intervenções nos momentos mais precisos da partida e a dupla de zaga composta por Benhur, que fez uma excelente partida no quesito de marcação e Zanini, autor do gol.

 

PÚBLICO
Cerca de 1.200 (mil e duzentos)  torcedores estiveram presentes no estádio Presidente Vargas, em tarde fria, mas agradável e com sol.

 

VOLUNTÁRIOS
Para esta partida o Inter SM, através da Associação Avante Alvirrubro, agradece a participação voluntária de torcedores e estudantes de Educação Física, da Universidade Federal de Santa Maria, FAMES e Ulbra, na realização das atividades de gandulas e maqueiros.

 

NOTA
A diretoria do Esporte Clube Internacional de Santa Maria em nota pede desculpas ao torcedor alvirrubro que compareceu até o estádio, aguardou a abertura dos portões e o atraso da partida, por motivos de falhas comunicativas entre os setores de segurança e de saúde, na espera da brigada militar e da ambulância. Todos estes fatores externos foram corrigidos o mais rápido possível pela direção.

 

FICHA TÉCNICA

Inter SM: 1 - Matheus; 2 - Santiago (16 - Rafinha), 3 - Benhur, 4 - Zanini e 6 - Facundo (15 - Guilherme); 5 - Charles, 8 - Rodolfo, 7 - Júlio e 10 - Patrício; 11 - Jorginho e 9 - Júnior (13 - Anderson). Técnico: Thiago Costa;

 

Santa Cruz: 1 - Vandré; 2 - Lúcio Flávio (17 - William Campos), 3 - Daniel Navarro, 4 - Romário Scherer e 6 - Cássio; 5 - Guilherme Sapé, 8 - David, 7 - Maiquel (16 - Julinho) e 10 - Diego Saraçol; 11 - Jeferson Carioca e 9 - Fábio Buda. Técnico: Leco;

 

Gols: 4' Zanini (I);

 

Arbitragem: Marco Reis, auxilaido por Cléber Flores e Diego Hemmig.

Imagem: Gustavo Bitencourt

Please reload

Esporte Clube Internacional

R. Ana Nery, 390 - CEP: 97020-030 - Santa Maria/RS

(55) 3026.7180 - intersmoficial@gmail.com